Pai agride a própria filha em Nova Odessa por não arrumar o quarto

Jovem de 21 anos procurou a polícia do município e afirmou que foi agredida com socos e tapas, além de ser ofendida verbalmente


Um jornalista de Nova Odessa agrediu a própria filha durante o jantar em família, na última sexta-feira, porque, de acordo com informações do boletim de ocorrências, a jovem não havia arrumado o próprio quarto. Em seu depoimento à polícia, a jovem de 21 anos afirmou que foi agredida com socos e tapas, além de ser ofendida verbalmente pelo agressor. A jovem pediu medidas protetivas de urgência e vai passar por exame de corpo de delito.

O caso aconteceu por volta das 19h, na Rua Arlindo Casassa, no bairro Nossa Senhora de Fátima, onde a jovem mora com a avó. O jornalista de 44 anos chegou ao local para jantar, mas logo iniciou uma discussão com a filha porque ela não havia arrumado o quarto. Em seu depoimento a polícia, a jovem disse que foi agredida com socos e tapas. Ela também foi ofendida com xingamentos, e, em seguida, teve seu celular tomado pelo pai.

Assustada, a jovem disse à avó que queria sair de casa. O homem ouviu a conversa, o que foi o bastante para o jornalista voltar a agredir a filha, dessa vez, usando um cinto. Ele ainda apertou o pescoço da garota. As agressões só pararam quanto a garota gritou por ajuda e o irmão e os avós interferiram na situação. Ela esperou até que o homem deixasse a casa para prestar queixa na delegacia.

O caso foi registrado como lesão corporal e violência doméstica. O LIBERAL entrou em contato com o jornalista pelo telefone que consta no boletim de ocorrências, porém, quem atendeu se identificou como mãe do homem e alegou que ele não estava em casa.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter