Instituto de Zootecnia receberá R$ 14 mi de fundação

Recursos da Fapesp serão utilizados na compra de equipamentos e para financiar três bolsas de jovens pesquisadores


O IZ (Instituto de Zootecnia) de Nova Odessa vai receber R$ 14 milhões para serem investidos em equipamentos, pesquisas e manutenção da infraestrutura. O montante deve possibilitar a adoção de tecnologia de ponta, que vai beneficiar as três linhas de pesquisa do instituto – melhoramento genético de bovinos de corte, sistema sustentável de produção de carne e de leite e sistema integrados em produção agropecuária.

O recurso virá por meio da Fapesp (Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de São Paulo), que divulgou na semana passada as 12 propostas aprovadas, às quais serão disponibilizadas R$ 120 milhões.
A pesquisadora Claudia Cristina Paro de Paz disse que todas as pesquisas desenvolvidas no instituto serão beneficiadas com o recurso.

Foto: Instituto de Zootecnia / Divulgação
Instituto trabalha no melhoramento genético de bovinos de corte e produção de carne e leite

Ela lembrou que os valores repassados aos pesquisadores ficam em patamares bem mais baixos do que esse para desenvolvimentos individuais de pesquisas, sempre na casa do R$ 1 milhão.

“Passamos sete meses para organizar a pesquisa e nos inscrevermos no edital. Todos os nossos projetos vão andar melhor agora. Esse valor será utilizado também para manutenção da nossa infraestrutura de pesquisa. Individualmente, um pesquisador não recebe um valor desse. Esse é um recurso destinado ao Instituto”, explicou a pesquisadora.

Claudia estima que até junho o valor seja entregue ao IZ, seguindo os trâmites burocráticos para a liberação, como a assinatura de termo de outorga.

Cerca de R$ 11,6 milhões serão destinados à compra de equipamentos que fazem análises detalhadas de leite e de carne, equipamentos de análise de genes, na área de reprodução e ultrassons. A Fapesp também aprovou, dentro desse mesmo edital, o financiamento de três bolsas de jovens pesquisadores no Instituto de Zootecnia de Nova Odessa, totalizando R$ 3 milhões. Ainda haverá um processo de seleção que vai definir as pesquisas que vão contar com esse recurso.

O Instituto de Zootecnia realiza pesquisas e desenvolve tecnologias e serviços para serem utilizados no agronegócio paulista. “O objetivo é modernizar os institutos de pesquisa do Estado. Além de contemplar a aquisição de equipamentos modernos, o edital deu grande ênfase à capacitação de pessoal de alto nível científico e tecnológico, capaz de utilizar esses equipamentos adequadamente”, explica o presidente da Fapesp, José Goldemberg.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!