EMTU promete escada hidráulica para parar erosão

Para conter erosão no Bosque Manoel Jorge, EMTU vai construir escada para frear o forte fluxo de água pluvial que desce da Avenida Ampélio Gazzetta


Para tentar conter a erosão no Bosque Manoel Jorge, em Nova Odessa, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) prometeu construir uma escada hidráulica para frear o forte fluxo de água pluvial que desce da Avenida Ampélio Gazzetta – avenida que foi reformada em 2015 para integrar o Corredor Metropolitano Vereador Biléo Soares.

Técnicos da autarquia estiveram esta semana com o prefeito Benjamim Bill Vieira de Sousa (PSDB) para avaliar os danos ao bosque, que está há três quadras de distância do corredor e recebe todo o impacto das chuvas.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Prefeito Bill e representantes da EMTU estiveram no local para debater soluções para o problema da erosão

Também na Rua Anchieta, um terreno nos fundos do Ginásio do Jardim Santa Rosa está sofrendo com a erosão causa pelo menos motivo e que já atinge a calçada. Neste local deveria ter sido construída uma pista de atletismo, mas o problema com a drenagem impossibilitou novas obras.

De acordo com o prefeito, as obras de melhoria no bosque devem ser iniciadas nas próximas semanas. Já a contenção de fluxo na região do ginásio deve ser solucionada apenas no ano que vem.

“O projeto do Corredor Metropolitano conta com outras intervenções além das realizadas na Avenida Ampélio Gazzetta”, explicou o mandatário.

Segundo ele, estes projetos estavam parados devido à troca da empresa responsável pelas obras do Corredor. “Houve a contratação de uma nova empresa para a realizações de ações em outras cidades e, agora, estamos dando continuidade nas melhorias em Nova Odessa também”, finalizou.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter