Coopersonhos recebe veículo para ampliar volume de coleta

Grupo Gaia Social entregou utilitário para cooperativa de reciclagem em Nova Odessa e ainda ofereceu um Ponto de Entrega Voluntária


A Cooperativa de Reciclagem Coopersonhos, de Nova Odessa, recebeu na última semana a doação de um veículo utilitário para ampliar a coleta de materiais pela cidade. O prefeito Benjamim Bill Vieira de Souza (PSDB) esteve com dirigentes do Gaia Social (Grupo de Aplicação Interdisciplinar à Aprendizagem), pelo Programa Viraser, e representantes das empresas investidoras Castelo Alimentos e CRS Brands (Cereser).

A entrega do veículo tipo Towner foi realizada na presença do secretário de Desenvolvimento Econômico, Elvis Ricardo Maurício Garcia, e da diretoria de Meio Ambiente, Fernanda Dagrela. “Vai aumentar a produtividade e garantir melhorias na vida dos cooperados”, ressalta o secretário. “A Coopersonhos é acima de tudo uma parceira do meio ambiente em Nova Odessa”, frisa a diretora.

Foto: Prefeitura de Nova Odessa / Divulgação
Veículo foi entregue à Coopersonhos na última semana

Além do veículo, o Gaia Social ofereceu uma unidade de Ponto de Entrega Voluntária (PEV) que apoiará as ações em novos geradores de resíduos (escolas, mercados e condomínios residenciais) identificados e mapeados na cidade. Presidente do Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos), o Prefeito Bill ressalta a iniciativa. “A cooperativa tem a capacidade de ampliar esse trabalho, gerando mais renda. É algo que as pessoas devem ter muito orgulho”, destaca.

O Grupo Gaia é uma associação de direito privado sem fins lucrativos e que desde janeiro de 2016 está ajudando a Coopersonhos. Atualmente a cooperativa novaodessense tem 18 trabalhadores e a ideia é aumentar a média atual de materiais arrecadados por mês, que oscila entre 35 e 50 toneladas, para até 70 toneladas/mês. Com isso, permitirá também gerar mais renda às famílias dos cooperados.

O Programa Viraser promove a implantação da Política Nacional de Resíduos Sólidos (Lei 12.305/2010) e o desenvolvimento da cadeia produtiva da reciclagem e da logística reversa, com a inclusão socioprodutiva do catador de material reciclável em cooperativas de trabalho e fomento para a comercialização em rede.

Estudo de diagnóstico de potencial de geração de resíduos recicláveis, realizado pela equipe técnica do Viraser, evidenciou que, apesar da cidade gerar mais de 1.000 toneladas/mês de resíduos sólidos, apenas 3% (30 toneladas/mês) tem sido destinada para a Coopersonhos. As atuais instalações, cedidas pela Prefeitura, possuem capacidade para aumentar a produção para até 70 toneladas/mês.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter