Bancária finge desmaio para escapar de agressão

Para tentar fugir de agressão do marido, uma bancária de 29 anos fingiu que havia desmaiado e, quando o homem desceu do carro, ela saiu dirigindo


Para tentar fugir de uma agressão física do marido, uma bancária de 29 anos fingiu que havia desmaiado. O casal estava em um carro em movimento, na madrugada deste sábado, trafegando pelas ruas do bairro Parque Fabrício. A bancária estava conduzindo o veículo quando começaram as agressões.

De acordo com a versão apresentada aos policiais, ela tentou estacionar e fingiu um desmaio para que o marido, um desempregado de 31 anos, saísse do carro e fosse assumir a direção.

Foto: Arquivo / O Liberal
Caso foi registrado na Delegacia de Nova Odessa

Com o marido já do lado externo, ela aproveitou para trancar as portas e acelerar. Ele, no entanto se jogou no capô e teria começado a socar o automóvel e os vidros. A esposa contou a polícia que assustada, freou bruscamente, o que ocasionou um acidente, já que o desempregado foi arremessado e caiu desacordado na pista.

O caso foi registrado como violência doméstica e a bancária apresentou vontade de solicitar medidas protetivas para que o homem não se aproxime dela e tenha restrição de visita dos filhos.

O homem foi atendido por uma ambulância no local e até o fechamento desta edição não havia apresentado outra versão para os fatos.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter