Tecelão de Americana é preso por tentativa de latrocínio

Crime aconteceu em novembro do ano passado, em Hortolândia; vítima foi atingida com pelo menos 20 golpes em assalto e se fingiu de morta para escapar


O tecelão Tony Roberson Lourenço, de 46 anos, morador de Americana, foi preso na noite desta quinta-feira, em Hortolândia, acusado de tentativa de latrocínio (roubo seguido de morte). O crime ocorreu em novembro do ano passado no mesmo município onde ele foi encontrado. A vítima, um rapaz de 27 anos aposentado por invalidez, foi agredido com pelo menos 20 facadas.

Por volta das 19h45, policiais militares receberam denúncia de que na Rua Guido Marola, na altura do número 58, no Jardim Nova Hortolândia, havia um homem causando transtornos. A mesma pessoa, de acordo com informações, seria procurada pela Justiça.

Foto: Arquivo / O Liberal
Tecelão foi preso em Hortolândia e apresentado no Plantão Policial do município

Quando percebeu a aproximação da viatura, o tecelão tentou se esconder, mas foi localizado. Uma mulher que estava no local, disse aos policiais que em janeiro, Lourenço teria fugido de uma equipe da Polícia Civil por conta de uma ocorrência de tentativa de latrocínio ocorrida no ano passado.

O tecelão tentou desconversar, mas acabou sendo levado para o Plantão Policial. Lá, os soldados descobriram por meio de pesquisas que havia um mandado de prisão temporária contra ele expedido pela 2ª Vara Judicial de Hortolândia em 19 de dezembro de 2016 com validade para cumprimento até 2036, por tentativa de latrocínio. Morador do Jardim da Paz, em Americana, ele foi recolhido na cadeia de Santa Bárbara d’Oeste, onde está à disposição da Justiça.

O crime aconteceu na noite do dia 10 de novembro. A vítima estava acompanhada da namorada quando foi abordada por um homem armado com uma faca, na Avenida Amélia Basso Breda, na Vila Real. O criminoso anunciou o assalto e roubou o dinheiro que o rapaz havia sacado referente a uma aposentadoria. A quantia não foi divulgada.

Em depoimento à Polícia Militar, a vítima disse que depois de ter pego o dinheiro, o criminoso passou a golpeá-lo com uma faca, o atingindo por aproximadamente 20 vezes. A namorada dele correu e o rapaz afirmou ter se jogado em um córrego existente no local. O bandido, no entanto, teria o alcançado e só parado de feri-lo quando este se fingiu de morto.