Prefeitura de Hortolândia contrata novos professores

Profissionais devem ingressar na rede municipal de ensino de Hortolândia através de processo seletivo e concurso público


A fim de garantir educação de qualidade aos matriculados nas escolas públicas, a Prefeitura de Hortolândia contrata novos professores para a rede municipal de ensino. Parte é convocada por meio do processo seletivo realizado em 2017. Outra parte ingressará via concurso público específico para a Educação, que será aberto ainda neste ano, conforme anunciou o secretário de Educação, Ciência e Tecnologia, Fernando Moraes.

Atualmente, a rede municipal é formada por 58 unidades de ensino e conta com 2.300 professores para atender cerca de 24,6 mil matriculados na Educação Infantil, no Ensino Fundamental (do 1º ao 5º ano) e da EJA (Educação de Jovens e Adultos).

Foto: Reginaldo Prado / Prefeitura de Hortolândia
Prefeitura de Hortolândia vai contratar novos professores para atender demanda de ensino na cidade

A ideia é chamar, ao todo, 50 novos profissionais para atuar em Emeis (Escolas Municipais de Educação Infantil) e Emefs (Escolas Municipais de Ensino Fundamental). A medida visa sanar, ainda no início do ano letivo, o deficit de 39 professores generalistas, 14 em salas da Educação Infantil e 25 nas de Ensino Fundamental, gerado por pedidos de exoneração, licenças e outros afastamentos por motivo de saúde.

Nesta semana, a Administração Municipal convocou para apresentação 10 profissionais aprovados no último processo seletivo. “No entanto, dos cinco que se apresentaram somente dois tinham a habilitação requerida. Os demais, não. Por isso, não podemos contratar. Impasses como este atrasam o preenchimento das vagas de professor permanente”, esclareceu o gestor.

“Mesmo com a falta de professores permanentes, é importante ressaltar que nossos alunos permanecem em sala de aula, não foram dispensados, nem houve prejuízo ao conteúdo letivo. Em cada escola, há um grupo de profissionais que atuam de maneira rotativa, assumindo provisoriamente salas em que há falta de professor generalista. Estamos trabalhando para solucionar essa questão o mais rápido possível”, disse Moraes.

Volta às aulas

Na rede municipal de Hortolândia, o ano letivo começou, no dia 31 de janeiro para 13,2 mil alunos do Ensino Fundamental, assim como para os cerca de 600 alunos da EJA e os 100 alunos de Educação Especial do CIER (Centro Integrado de Educação e Reabilitação “Romildo Pardini”).

As aulas da Educação Infantil iniciaram no dia 1º de fevereiro. Nesta modalidade de ensino estão matriculadas 11,4 mil crianças. No dia 8, com a inauguração da Emeb (Escola Municipal de Educação Básica) Josias da Silva Macedo, começou na cidade a distribuição gradual de kits de material escolar e de uniformes de verão.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!