Dupla tenta matar supervisor de 52 anos com golpes de faca

Homem de 52 anos foi agredido na noite desta segunda-feira, na casa dele, em Hortolândia; vítima suspeita do atual companheiro de sua ex-mulher


Dois homens ainda não identificados tentaram matar um supervisor de 52 anos, na noite desta segunda-feira (2), em Hortolândia. O crime ocorreu por volta das 20h45, na casa da vítima, no Jardim Estefânia, divisa com Campinas. Os suspeitos teriam pulado o portão da residência e agredido C.A.P. com golpes de faca na região do rosto e pescoço.

Quando policiais militares chegaram no local, o supervisor estava recebendo os primeiros socorros da equipe do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência). Antes de ser levado para o Hospital Estadual de Sumaré Dr. Leandro Franceschini, a vítima contou aos policiais o que teria ocorrido.

Foto: Arquivo / O Liberal
Vítima permanece internada no Hospital Estadual de Sumaré; seu estado de saúde é considerado grave

Segundo o supervisor, ele estava em casa, sozinho, quando foi surpreendido por dois homens desconhecidos que pularam o portão da residência e o esfaquearam na região do rosto e do pescoço. A vítima suspeita que o atual companheiro da sua ex-mulher seja o mandante do crime e, que o objetivo, era matá-lo. O motivo, no entanto, não foi revelado pelo supervisor.

Liberal Motors – BC

Ainda pelo local dos fatos, compareceu a equipe do IC (Instituto de Criminalística) de Americana, que periciou a residência e apreendeu uma faca manchada de sangue, supostamente usada no crime. Um investigador da Polícia Civil também esteve no endereço e fez diligências pela vizinhança na tentativa de localizar câmeras de monitoramento que pudessem ajudar a elucidar o caso. No entanto, nenhum dos imóveis mantém o sistema de segurança.

O caso foi registrado no Plantão Policial como tentativa de homicídio. O delegado Fernando Bueno de Castro determinou o encaminhamento da ocorrência para investigação no 1ºDP (Distrito Policial). A Polícia Civil, no entanto, ainda não tem pistas dos suspeitos.

O supervisor permanece internado no Hospital Estadual de Sumaré. Segundo a assessoria da instituição médica, o estado de saúde da vítima é grave, porém, estável.