Radialista Valdir Moreira é encontrado morto em casa

Com 47 anos, ele era um dos principais nomes da imprensa de Americana na atualidade


Foto: Facebook / Reprodução
Valdir tinha 47 anos e deixa uma filha

O radialista Valdir Moreira foi encontrado morto em sua casa na tarde deste domingo (10), aparentemente, vítima de um infarto. Com 47 anos, ele era um dos principais nomes da imprensa de Americana na atualidade. Ele morava no bairro Santa Rosa, em Santa Bárbara d’Oeste.

O Corpo de Bombeiros foi acionado por volta das 13h30 deste domingo por vizinhos de Moreira, que perceberam o sumiço do radialista.

Moreira trabalhou no LIBERAL na década de 1990 como repórter policial e nos últimos anos fazia parte da equipe de jornalismo da rádio Azul Celeste. O radialista era casado e deixa uma filha.

A Polícia Científica estava no local para realizar perícia na residência e o corpo seria encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal). O corpo do radialista será velado e sepultado no Cemitério da Saudade, em Americana. O velório começará às 22h30 deste domingo, enquanto o enterro deve ser nesta segunda-feira, às 14h.

Em nota, o prefeito Omar Najar (PMDB) lamentou a morte do radialista. “Foi com pesar que recebi a notícia do falecimento do jornalista da Rádio Azul, Valdir Moreira. Mais que um repórter, Valdir era um grande amigo e um grande homem. Minhas condolências aos familiares e amigos que ele deixou”, escreveu.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter