Poste ‘pendurado’ oferece riscos à população na Praia Azul

Poste de madeira quebrou há cerca de dez dias, ficou sustentado por cabos de telefonia e moradora cobra providências da Prefeitura de Americana


Um poste de madeira ‘pendurado’ em cabos de telefonia e com alto risco de queda vem tirando o sossego de moradores da Rua dos Bandeirantes, no Balneário Salto Grande, na região da Praia Azul, em Americana.

O problema teria começado há cerca de dez dias quando, após chuvas, o poste quebrou na base e tombou, ficando sustentado apenas pelos cabos de telefonia da empresa Vivo. Por ficar ao lado de uma praça, o risco maior é em função de crianças que brincam no local.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Após chuva, poste quebrou e ficou pendurado em fios de telefonia

Segundo a dona de casa Márcia Pestana, de 51 anos, a situação era ainda pior, visto que um dos cabos se soltou e ficou no meio da rua, tendo quase causado um acidente com um motociclista que passou e por pouco não ficou enroscado no mesmo.

Ela fez duas reclamações à Prefeitura de Americana, mas não obteve retorno, e também tentou falar com a CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz), que não tem competência sobre o caso, já que o poste só tem instalações de telefonia e não de fornecimento de energia.

Foto: Marcelo Rocha / O Liberal
Poste caindo na Rua Bandeirantes-Praia Azul-Americana (9)

“Pode cair em cima de um carro, de uma criança. Já liguei no balcão de informação da prefeitura, ficou de ela retornar e não retornou. A companhia de força veio e disse que não tem nada a ver com eles, porque não passa fio de energia e não quiseram mexer. É triste, era para pelo menos vir ver. Inclusive, tinha um caminhão aqui pegando entulho e o rapaz puxou o fio com a mão para um motoqueiro não enroscar o pescoço, porque estava baixo o fio”, lamentou a dona de casa, que lembrou que a situação se torna ainda mais perigosa aos finais de semana, quando o local, à beira da represa de Salto Grande, fica repleto de visitantes.

Questionada, a Prefeitura de Americana informou através da assessoria que uma equipe da SOSU (Secretaria de Obras e Serviços Urbanos) visitaria o local em caráter emergencial para tomar as providências cabíveis, o que não havia acontecido até o início da noite desta segunda-feira (28).

Liberal Motors – BC
Revista L – BC.1