Portal dos Nobres contrata aferição após sindicância

Serviço deve levantar o consumo mensal de energia que vinha sendo indevidamente pago pela Prefeitura de Americana


A direção atual da Associação dos Moradores do Portal dos Nobres I está contratando serviço especializado para a aferição de todos os pontos de tomada de energia do condomínio, para que se possa apontar, com detalhes, o consumo mensal que vinha sendo indevidamente pago pela Prefeitura de Americana.

A administração municipal instaurou sindicância para apurar a existência do ponto de energia público, que alimentava a área de esportes do condomínio e custava aos cofres públicos R$ 2,5 mil por mês. O caso está sendo investigado por uma sindicância.

Foto: Arquivo / O Liberal
Prefeitura instaurou sindicância para apurar a existência do ponto de energia público dentro do condomínio

Segundo a verificação das contas públicas, feita pela Secretaria Municipal de Obras e Serviços Urbanos, a prefeitura arcava, desde 2014, com a energia consumida por dois campos de futebol com 20 refletores; quiosque na área de lazer com 10 lâmpadas e 10 tomadas; e iluminação de praça, com 45 postes.

Uma representante da diretoria atual, que assumiu o cargo em março, informou nesta terça-feira ao LIBERAL que nem mesmo o síndico do condomínio tinha conhecimento das supostas ligações ilegais. Segundo a entrevistada, que preferiu não ser identificada, é fato que a associação recebe uma conta de energia, e a paga mensalmente. “Vamos regularizar o que houver de irregular”, disse.

Enquanto a sindicância apura informações sobre quem assinou o contrato, e quanto foi gasto efetivamente, a prefeitura pediu à CPFL (Companhia Paulista de Força e Luz) que fosse suspenso o fornecimento de energia no ponto em questão. A área de lazer do Portal está no escuro.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter