Homem é detido pela Gama após agredir a própria irmã

Ainda foi necessário uso de força moderada por parte da Gama para conter o suspeito, que resistiu à prisão e desacatou guardas


Um representante foi detido por patrulheiros da Gama (Guarda Municipal de Americana) após supostamente ter agredido a própria irmã na tarde desta quarta-feira (19), no bairro São Vito.

Segundo informações dos patrulheiros que atenderam à ocorrência, eles foram acionados após denúncia da própria vítima, a telefonista S.A.M., de 49 anos, dando conta que havia sido agredida pelo irmão, o representante R.A.G., de 43 anos, às 17 horas.

Foto: Arquivo / O Liberal
Caso foi registrado na Central de Polícia Judiciária de Americana

Ao chegarem ao local, os guardas notaram que a mulher apresentava marca de agressão física no rosto e tentaram deter o suspeito da agressão, que resistiu à prisão.

Foi necessário uso de força moderada para colocá-lo na viatura e, até mesmo já em frente à CPJ (Central de Polícia Judiciária) de Americana, o homem seguia proferindo xingamentos aos GMs e batendo no lado interno do compartimento de presos da viatura.

Além disso, os patrulheiros afirmaram que esta seria a segunda vez que eles mesmos atenderam a uma ocorrência envolvendo o mesmo suspeito e a mesma vítima no endereço em questão, mas que no caso anterior as agressões haviam sido apenas verbais.

O representante seria autuado por violência doméstica, na Lei Maria da Penha, e também responderia pelo desacato aos guardas municipais.

Revista L – BC.1
Liberal Motors – BC