Diretor diz que não construirá lombadas em Americana

Pedido comum de vereadores, a instalação de lombadas não deve ser atendida pela direção; pasta diz ter quase 2 mil pedidos


Foto: João Carlos Nascimento_O Liberal.JPG
Vereador pediu instalação de lombada na Rua José de Alencar, próximo ao prédio do Poupatempo

Pedido comum de vereadores, a instalação de lombadas não deve ser atendida pela Unidade de Transporte e Sistema Viário de Americana. Pelo menos, durante a gestão do diretor Eraldo Camargo, que se diz contrário à medida.

Em 2017, foram cerca de 100 solicitações. Os pedidos partem, além de vereadores, de moradores, que protocolam as requisições na Secretaria de Obras e Serviços Urbanos. Eraldo estima que a pasta tenha cerca de 2 mil pedidos para a construção de lombadas.

“No tempo que estive aqui em 2016, e agora, não autorizei lombadas, porque fere legislação do Detran [Departamento Estadual de Trânsito] e porque temos que tentar outros meios para fazer as pessoas diminuírem a velocidade”, comentou o diretor de trânsito. “O número de pedidos é absurdo, próximo de dois mil. Não vamos conseguir fazer todas as lombadas. Seria uma a cada 100 metros”, criticou.

Foto: Arquivo - O Liberal
“Temos que tentar outros meios para fazer as pessoas diminuírem a velocidade”
Foto: Arquivo - O Liberal
“Discordo dessa opinião de não executar as lombadas. Todo trabalho é com estudo”

 

 

 

 

 

 

 

 

Eraldo se diz contrário à instalação de lombadas, e acredita que a educação de trânsito é a melhor solução para lidar com o problema de excesso de velocidade. “A lombada é um atestado de uma certa incompetência, e de incapacidade da população de respeitar os limites de velocidade, porque a gente vê infrações perto de escolas, hospitais. O que a gente vai tentar é fazer o motorista tomar consciência que a preferência é do pedestre. Acredito que a educação é o melhor caminho”, afirmou.

Autor de grande parte dos pedidos de instalação de lombadas na Câmara de Americana, o vereador Odir Demarchi (PR) criticou a posição do diretor de trânsito. “Discordo dessa opinião de não executar as lombadas, porque todo trabalho que a gente faz é com levantamento, estudo. No caso ali do Poupatempo [na região da Avenida Rafael Vitta], por exemplo, onde pedi uma lombofaixa, tem uma escola infantil e tem um fluxo de veículos em alta velocidade, e precisaria de uma lombada lá. A cobrança não é minha, é da própria população”, disse o vereador ao LIBERAL.

REGULAMENTAÇÃO. A instalação de lombadas é regulamentada por resolução do Contran (Conselho Nacional de Trânsito), publicada em 2016, que exige estudos técnicos que comprovem o risco de acidentes por conta da alta velocidade. Ela é considerada medida excepcional para reduzir a velocidade no trânsito.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!