Bombeiros resgatam capivara de córrego na Avenida Brasil

De acordo com populares, a capivara teria sido atropelada, antes de cair no córrego; ela foi vista por um transeunte, que chamou o resgate


Vídeo:

O Corpo de Bombeiros resgatou na tarde desta quinta-feira uma capivara do córrego da Avenida Brasil. O animal ferido teria chegado ao local por tubulações e está sendo tratado no Parque Ecológico de Americana.

De acordo com a prefeitura, uma viatura da Gama (Guarda Municipal de Americana) fazia patrulhamento pelo local, quando foi acionada por populares, que diziam que o animal teria sido atropelado e caído.

O Corpo de Bombeiros foi chamado para realizar o resgate, feito após a veterinária Priscila Sarti aplicar anestesia para garantir a tranquilidade do procedimento.

A capivara então foi levada para fazer um Raio-X em uma clínica, e depois encaminhada ao Parque Ecológico, onde recebeu outros cuidados. Segundo a prefeitura, “ela está bem, apenas caminhando com dificuldade por causa de ferimentos na pata traseira”.

Após análise da veterinária, ficou constatado que o animal não havia sido atropelado, mas teria se envolvido em uma briga com outro animal, possivelmente antes de fugir da região do Ribeirão Quilombo – onde geralmente há aglomeração de capivaras – para a Avenida Brasil, por tubulações subterrâneas. O animal deve ser devolvido ao seu habitat natural depois de fase de observação.

O aposentado Jair Feliciano passava de bicicleta quando notou o caso. O resgate foi elogiado. “Gama e a veterinária fizeram ótimo serviço”.

A capivara então foi levada para fazer um Raio-X em uma clínica, e depois foi encaminhada para o Parque Ecológico, onde recebeu outros cuidados. Segundo a prefeitura, “ela está bem, apenas caminhando com dificuldade por causa de ferimentos na pata traseira”.

Após análise da veterinária, ficou constatado que o animal não havia sido atropelado, mas teria se envolvido em uma briga com outro animal, possivelmente antes de fugir da região do Ribeirão Quilombo – onde geralmente há aglomeração de capivaras – para a Avenida Brasil, por tubulações subterrâneas. O animal deve ser devolvido ao seu habitat natural depois de um tempo em observação.

O aposentado Jair Feliciano passava de bicicleta pela avenida quando notou a movimentação e resolveu se aproximar. De acordo com ele, cerca de 50 pessoas também acompanharam o resgate, que foi elogiado pelo aposentado. “Fizeram um ótimo serviço”, disse.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!