Bom Jesus: a antiga e a nova igreja

Em Americana, igreja, que realiza a Festa do Padroeiro até 29 de julho, precisou ser demolida e um novo prédio foi construído


A Igreja Senhor Bom Jesus, uma das mais tradicionais de Americana, foi criada no dia 13 de junho de 1958, por Dom Paulo de Tarso Campos. O terreno foi doado por Estevão Faraone e o padre Isaias Baptistella, que serviu a paróquia por 51 anos, foi o responsável pela fundação do prédio.

Daquela época até os dias atuais, muita coisa mudou em relação à infraestrutura: o templo simples e com ares singelos e interioranos, cedeu lugar a um prédio com linhas contemporâneas e maior capacidade para receber os fiéis.

Confira o suplemento especial sobre festa produzido pelo liberal em www.liberal.com.br/festadobomjesus

“A igreja antiga comportava entre 250 a 300 pessoas. Hoje, o novo prédio tem capacidade para receber até 700 pessoas, então, podemos dizer que o espaço mais que dobrou, embora ainda tenha muito trabalho a ser feito”, explicou Edson Brazzarotto, um dos coordenadores da festa do padroeiro.

Segundo ele, ainda falta a compra de novos bancos e a implantação de um vitral no altar do templo. O que não mudou com o decorrer das décadas, foi o trabalho religioso e social realizado pela paróquia, além do amor e união da comunidade.

FESTA
A 9ª edição da Festa do Padroeiro da comunidade do Bom Jesus, em Americana, acontece até 29 de julho, às sextas, sábados e domingos. O evento é realizado no Salão de Festas do Bom Jesus, na Rua Dom Barreto, em frente a Praça Antonio Faé, no Jardim Girassol.