Associação realiza ato em defesa da Gruta Dainese

Grupo é contra a duplicação da Avenida Florindo Cibin; ação está marcada para domingo (04), às 9h


A Associação Cultural, Ambiental e Educacional de Proteção do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável “Amigos da Gruta” promove neste domingo (04), a partir das 9h, um ato contra a proposta de duplicação da Avenida Florindo Cibin, em Americana. O ponto de encontro será a escola Marcelino Tombi. A entidade diz que a obra afetará os recursos hídricos. Segundo o presidente da associação, Fábio Ortolano, a proposta é mobilizar a comunidade quanto à importância de se preservar e recuperar a Gruta Dainese, como também, sensibilizar a prefeitura para modificar o projeto de duplicação.

“A obra afetará diretamente os recursos hídricos, pois haverá uma interligação numa área onde há um lago, uma queda d’água e algumas nascentes. Como será feita uma avenida cortando o parque, árvores serão extraídas, animais poderão ser atropelados e, inclusive, algumas espécies, mais sensíveis à poluição, como aracnídeos de regiões de caverna, podem ser extintas dali”, ressaltou Ortolano.

O ato em defesa da Gruta terá início às 9h, com concentração das pessoas na Escola Estadual Marcelino Tombi, localizada na Rua dos Solimões, 780 – Jardim São Roque. Às 9h15, haverá uma apresentação do Parque e da Associação. Às 10h, haverá um “Abraço Coletivo” e, a partir das 10h30, serão feitos passeios no parque e plantio de árvores nativas.

Foto: Fábio Ortolano/Divulgação
O ato em defesa da Gruta terá início às 9h, com concentração das pessoas na Escola Estadual Marcelino Tombi

O vice-presidente da ACAEDUC (Associação Cultural, Ambiental e Educacional de Proteção do Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável) “Amigos da Gruta”, Fábio Ortolano, respondeu a cinco perguntas sobre a situação em que se encontra a Gruta Dainese. Confira:

1- Quais os impactos que a obra da Prefeitura pode causar?
A obra afetará diretamente os recursos hídricos, uma vez que a interligação perfaz uma área onde há um lago, uma queda d’água e algumas nascentes. Além disso, a extração de árvores da região impactará na recarga do manancial. A fauna também será afetada, pois a proposta de via representaria uma barreira física aos animais, sem contar que, sem alambrado (que muitas vezes não se sustentam pela fragilidade do solo local), morreriam atropelados. Outras espécies, mais sensíveis à poluição, como aracnídeos de regiões de caverna, poderiam ser extintas dali, bem como os demais animais terrestres. Outro problema é a fragmentação do Parque, fadando-o a destruição, o não uso social e público, e inviabilizando um projeto de ecoturismo e infraestrutura de lazer.

2- Por que preservar a Gruta Dainese e dizer não a esta obra proposta pela Prefeitura?
O Parque Natural Municipal da Gruta é muito importante não apenas para Americana. Além de ser o maior parque urbano, com fragmentos de biomas em extinção (Mata Atlântica e Cerrado), abriga espécies de insetos, aracnídeos, pequenos mamíferos e aves. Além disso, traz singular beleza cênica, pela formação de fendas, uma gruta e quedas d´águas envoltas por paredões com estratificação de arenito e diversas nascentes.

Liberal Motors – BC
Revista L – BC.1

3- Como tem sido o diálogo entre Associação e Prefeitura?
A Prefeitura pouco tem se comunicado com a Associação. Das vezes que promovemos ações conjuntamente ou que nos reunimos para tratar do Parque, foram todas por meio de demanda nossa. A equipe da Secretaria de Meio Ambiente sempre que solicitada nos atende e notamos a intenção de promover ações de educação ambiental e reconhecimento da importância da área. Contudo, há ainda, infelizmente, pouco conhecimento sobre a área pelo Poder Público. Com efeito, as “políticas de gabinete” são vazias, pouco transformadoras e sempre aquém do que poderiam alcançar. Vejo a equipe técnica da secretaria interessada e competente, mas limitada pela burocracia e desconhecimento dos comissionados em cargos de chefia no que diz respeito às ações ambientais.

4- Qual a importância de se promover este ato?
O ato é importante por dois motivos. Primeiro, por afirmar junto à comunidade do entorno e aos munícipes da importância do Parque como um patrimônio ambiental e cultural inestimável em nossa cidade. É uma estratégia de retomada do pertencimento àqueles que se esqueceram ou nunca conheceram a área. Segundo, é um meio que chamamos atenção do Poder Público, cronicamente negligente com essa pauta.

5- Qual a alternativa à obra?
Uma alternativa mais barata e com menor impacto ambiental é interligar a avenida São Jerônimo com a Avenida Florindo Cibin, ao final do Parque, sem tantos prejuízos à flora, fauna, solo e recursos hídricos.