Disfunção erétil pode ser sinal precoce de doença cardiovascular

A disfunção erétil pode ser um indicador precoce da doença cardiovascular, e os homens com a condição devem estar sujeitos…


A disfunção erétil pode ser um indicador precoce da doença cardiovascular, e os homens com a condição devem estar sujeitos a uma avaliação cardiovascular mais rigorosa. A disfunção erétil (ED) é definida como a incapacidade de obter ou manter uma ereção. A ED pode ter uma série de implicações negativas para a saúde psicológica de um homem; pode dar origem a baixa auto-estima, ansiedade e depressão. Mas a ED também pode representar riscos para a saúde física.

O estudo identificou uma forte associação entre ED e má função endotelial, em que os vasos sanguíneos são incapazes de dilatar completamente e permitir que o sangue flua. A disfunção endotelial é um sinal precoce de aterosclerose, uma condição em que a placa se acumula nas artérias, aumentando o risco de ataque cardíaco e acidente vascular cerebral. Além disso, os pesquisadores descobriram que ED estava vinculada com um aumento na espessura mediana da íntima carotídea, que também é um marcador precoce da aterosclerose.

Um rastreamento de ED simples e padronizado pode identificar a disfunção vascular precoce. Da mesma forma, a disfunção vascular pode servir como um marcador de substituição para avaliar a eficácia de terapias cardiovasculares em homens com ED. A presença de ED apresenta um maior risco de eventos cardiovasculares futuros, particularmente em homens de risco intermediário, e pode servir como uma oportunidade para a intensificação das estratégias de prevenção de risco cardiovascular.

 

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter