BP anuncia perda de US$ 1,5 bi no resultado do 4º trimestre com reforma dos EUA

A BP se uniu a uma série de outras empresas cujos resultados serão afetados pela reforma tributária nos Estados Unidos.…


A BP se uniu a uma série de outras empresas cujos resultados serão afetados pela reforma tributária nos Estados Unidos. A petroleira anunciou nesta terça-feira que sofrerá uma perda de cerca de US$ 1,5 bilhão em seu lucro no quarto trimestre, por causa da legislação.

A mudança, que não afeta o fluxo de caixa da companhia, ressalta o impacto abrangente das mudanças na reforma confirmadas no fim do ano passado. Ela afetará o resultado da BP no quarto trimestre, quando a expectativa era de uma forte alta nos lucros por causa da reação dos preços do petróleo.

A companhia disse que a mudança nos impostos nos EUA a ajudará futuramente, ao reduzir o imposto corporativo que ela e outras empresas pagam no país de 35% para 21%. No curto prazo, porém, isso implica uma alteração no valor de seus ativos isentos de impostos. As companhias podem mencionar esses ativos durante períodos sem lucro e usá-los como crédito para pagamentos futuros de tributos. A queda na taxa total de imposto corporativo torna esses ativos menos valiosos, no papel.

Na semana passada, a Royal Dutch Shell disse que o impacto sobre seu lucro deve ser de entre US$ 2 e US$ 2,5 bilhões no quarto trimestre. Bancos, entre eles o Barclays e o Credit Suisse, também advertiram que terão mudanças significativas no resultado do quarto trimestre graças às mudanças tributárias.

A BP disse que ainda analisa o impacto como um todo da reforma tributária americana. Fonte: Dow Jones Newswires.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter