Renan manobra para votar pacote anticorrupção no plenário do Senado

O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou nesta quarta-feira, 30, no plenário a votação do requerimento de urgência que…


O presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), anunciou nesta quarta-feira, 30, no plenário a votação do requerimento de urgência que na prática pode puxar o pacote anticorrupção, aprovado ontem na Câmara dos Deputados, para discussão do plenário ainda nesta quarta-feira. Se a manobra contar com apoio da maioria dos presentes, a proposta entre em discussão em seguida. Segundo Renan, ele recebeu o documento, assinado por líderes das bancadas do PMDB, PSD e PTC, durante a ordem do dia.

Ao anunciar a intenção de votar a matéria, Renan apenas leu o número do projeto e as leis que seriam alteradas e não do que tratava exatamente o texto. Após a leitura o líder do governo, senador Aloysio Nunes (PSDB-SP) questionou: “Mas do que se trata?”, Em seguida, Renan voltou a ler as leis que seria alteradas.

A manobra também foi criticada pelo líder do DEM, Ronaldo Caiado (GO). “Esse requerimento não chegou a mim. Toda matéria que vem da Câmara dos Deputados deve ser encaminhada para a Comissão de Constituição e Justiça”, afirmou o senador.