Congresso aprecia veto de Temer a reajuste da Defensoria Pública da União

O plenário do Congresso iniciou na tarde desta terça-feira, 18, a apreciação do veto integral do presidente Michel Temer ao…


O plenário do Congresso iniciou na tarde desta terça-feira, 18, a apreciação do veto integral do presidente Michel Temer ao projeto que concedera reajuste a servidores da Defensoria Pública da União (DPU). Esse foi o primeiro veto feito por Temer em uma proposta que previa aumento salarial para uma categoria do serviço público após assumir, em definitivo, o comando do País com o impeachment da ex-presidente Dilma Rousseff.

O reajuste previsto no projeto aprovado pelo Congresso era de 60%, dividido em quatro parcelas. Inicialmente, Temer iria vetar parcialmente a proposta, dando aumento de 7% previstos para este ano, mas foi mais rigoroso e decidiu rejeitar a íntegra do projeto.

Parlamentares do PT e do PDT defendem neste momento em plenário a derrubada do veto com o argumento de que esse reajuste tem pouco impacto nos cofres públicos – R$ 85 milhões – e que fazia parte de um acordo anterior.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter