Alckmin e Aécio sobem em palanques de tucanos pelo País

Cotados para disputar a próxima eleição presidencial de 2018, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e o governador…


Cotados para disputar a próxima eleição presidencial de 2018, o presidente do PSDB, senador Aécio Neves (MG), e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, vão testar a popularidade nos próximos dias subindo em palanques de candidatos do partido que disputam o segundo turno das eleições municipais.

Na agenda dos dois tucanos estão cidades localizadas em regiões do País em que o PSDB saiu vitorioso na disputa presidencial de 2014. Seguindo essa estratégia, Aécio desembarca na tarde de quinta-feira, 20, em Campo Grande (MS), onde ele participará de ato em apoio à candidatura de Rose Modesto (PSDB).

A candidata tucana disputa a prefeitura da capital sul-matogrossense com Marquinhos Trad (PSD). No primeiro turno, Trad ficou na frente da disputa com 34,57% dos votos válidos contra 26,62% da tucana.

No mesmo dia, o senador também vai para Cuiabá (MT), onde sobe no palanque de Wilson Santos (PSDB), que disputa o comando da capital com Emanuel Pinheiro (PMDB). O peemedebista venceu na primeira rodada com uma diferença de 16.520 votos. No roteiro do senador também consta ato de campanha em Vila Velha (ES), onde pedirá votos para Max Filho (PSDB), que disputa o comando da cidade com Neucimar Fraga (PSD).

Nos três Estados (MT, MS e ES), que serão visitados por Aécio, ele teve vitórias expressivas contra a presidente afastada Dilma Rousseff na última disputa presidencial.

Por sua vez, o governador de São Paulo viaja na quinta-feira para Recife, onde participa de uma nova rodada de testes da vacina contra a dengue, patrocinada pelo Instituto Butantan. Dois dias depois, neste sábado, 22, ele deverá rumar para a Região Sul, onde está prevista a participação em dois atos de campanha.

O primeiro deverá ser em Blumenau (SC), onde Napoleão (PSDB) obteve 44,81% contra Jean (PSD), 35,06%, dos votos válidos no primeiro turno. A participação de Alckmin na campanha tucana de Blumenau foi articulada pelos senadores Dário Berger (SC) e Paulo Bauer (SC).

No mesmo dia, o governador de São Paulo também deve ir para o município de Santa Maria (RS), onde Jorge Pozzobom (PSDB) enfrenta Valdeci Oliveira (PT). Tanto o Estado de Santa Catarina quanto o do Rio Grande do Sul também foram responsáveis por uma vitória expressiva dos tucanos na disputa presidencial de 2014.