Venezuela adia eleições regionais para meados de 2017

O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela anunciou nesta quarta-feira que vai adiar as eleições regionais para meados de 2017.…


O Conselho Nacional Eleitoral (CNE) da Venezuela anunciou nesta quarta-feira que vai adiar as eleições regionais para meados de 2017. O pleito estava marcado para dezembro deste ano e ia eleger governadores dos 23 estados do país.

O adiamento gerou críticas da oposição, que afirmou que postergar as eleições reflete o temor do governo de Nicolás Maduro de enfraquecer seu poder.

Por volta da meia noite desta quarta-feira, Maduro comemorou a decisão do CNE e incitou seus seguidores a se mobilizarem e se prepararem “para ganhar todos os estados”.

“O CNE, cumprindo suas funções institucionais, expôs um cronograma experimental para um país como o nosso, democrático. No ano que vem se realizam as eleições para governador e prefeito e, em dezembro de 2018, acontecem as eleições presidenciais”, comentou o chefe de estado em seu programa semanal no rádio e na televisão “En contacto con Maduro”.

No começo do mês, no dia 4 de outubro, Maduro criticou seus opositores e disse que a realização de eleições em 2016 não era uma prioridade na Venezuela.

“A prioridade é a economia, recuperar a produção. Eu pergunto: qual é a prioridade do país? Ceder aos caprichos de uma oligarquia (a oposição) ou recuperar a economia?”, disse. Fonte: Associated Press.

Liberal Motors – BC
Revista L – BC.1