Trump ameaça cortar ajuda financeira do país aos palestinos

Reconhecendo seu impulso para negociar a paz no Oriente Médio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pareceu ameaçar cortar…


Reconhecendo seu impulso para negociar a paz no Oriente Médio, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, pareceu ameaçar cortar a ajuda financeira de Washington à Autoridade Nacional Palestina (ANP) ao dizer, em seu perfil no Twitter, que os palestinos não estavam mais dispostos a negociar um acordo de paz.

De acordo com o presidente americano, os EUA “pagam os palestinos com milhões de dólares por ano e não obtêm apreciação nem respeito. Eles nem querem negociar um longo prazo para o tratado de paz com Israel”. De acordo com Trump, seu governo levou Jerusalém, a parte mais difícil da negociação, para fora da mesa, “mas Israel, por isso, teria que pagar mais. Mas com os palestinos não querendo mais negociar a paz, por que devemos fazer pagamentos futuros maciços a eles?”, questionou.

Trump enfureceu muitos no Oriente Médio quando anunciou, no fim do ano passado, que os EUA considerariam Jerusalém a capital de Israel e moveriam sua embaixada para lá. O líder da ANP, Mahmoud Abbas, disse que o anúncio destruiu a credibilidade de Trump como alguém que deseja a paz no Oriente Médio e chamou a decisão do líder americano de “uma declaração de retirada do papel que desempenhou no processo de paz”. Fonte: Associated Press.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter