Irã é uma nação terrorista, como algumas outras, diz Trump

Presidente norte-americano classificou o país islâmico como 'nação terrorista', ao falar em evento em Washington


Foto: Gage Skidmore via Visualhunt CC BY-SA
Além do Irã, Trump citou Coreia do Norte, Cuba e Venezuela em seu discurso, indicando as principais preocupações dos EUA no exterior

Minutos antes de seu esperado discursos sobre o acordo nuclear com o Irã, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, classificou o país islâmico como “nação terrorista”, ao falar em evento em Washington.

“O Irã é uma nação terrorista, como algumas outras”, disse, acrescentando que em nove meses de governo, fez mais contra o Estado Islâmico que a administração anterior. “Fizemos a vida deles muito , muito difícil”, afirmou.

Trump prometeu um discurso “interessante” sobre o acordo nuclear com o Irã, previsto para as 13h45 (horário de Brasília). “Chamaremos o demônio pelo nome”, comentou.

Além do Irã, Trump citou Coreia do Norte, Cuba e Venezuela em seu discurso, indicando as principais preocupações dos EUA no exterior. “Estamos confrontando nações poderosas, como Irã e Coreia do Norte”, observou. “Não retiraremos sanções de regimes opressivos”, ressaltou.

Trump ainda comentou sobre o decreto assinado ontem para revisar o sistema de saúde americano. “Demos um passo grande ontem. Será um passo após o outro.”

O decreto direciona as agências federais a promoverem mudanças regulatórias no sistema de saúde dos EUA, o primeiro passo para enfraquecer o Affordable Care Act (ACA), também conhecido como Obamacare, sem que seja necessário o apoio do Congresso.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter