França expressa preocupação com protestos no Irã

A França manifestou preocupação com o número de vítimas e prisões nos protestos no Irã, onde manifestantes foram às ruas…


A França manifestou preocupação com o número de vítimas e prisões nos protestos no Irã, onde manifestantes foram às ruas em diversas cidades. O Ministério de Relações Exteriores francês disse, nesta terça-feira, que “o direito de protestar livremente é um direito fundamental”.

Ainda de acordo com o Ministério, os direitos humanos serão uma prioridade nas discussões da França com as autoridades iranianas nas próximas semanas. O órgão não quis confirmar se o ministro francês de Relações Exteriores, Jean-Yves Le Drian, ainda estava planejando visitar o Irã na próxima sexta-feira.

Mais de 20 pessoas foram mortas desde que os protestos eclodiram no Irã na semana passada. Os protestos foram provocados por queixas econômicas, mas alguns manifestantes emitiram palavras de ordem contra o governo e contra o líder supremo, o aiatolá Ali Khamenei. Centenas de pessoas foram presas.

A Organização das Nações Unidas (ONU) afirmou que o secretário-geral, Antonio Guterres, está acompanhando as notícias sobre os protestos em solo iraniano e avaliando se deve entrar em contato com o governo sobre os movimentos. De acordo com o vice-porta-voz da ONU, Farhan Haq, as Nações Unidas estavam “avaliando a situação e tentando ver quais contados seriam mais úteis”. Fonte: Associated Press.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!