EUA desejam estreitar laços militares com a China

O presidente do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, Joseph D. Dunford, afirmou que o país tem o objetivo de desenvolver…


O presidente do Estado-Maior Conjunto dos Estados Unidos, Joseph D. Dunford, afirmou que o país tem o objetivo de desenvolver uma relação de trabalho com a China, a fim de diminuir o risco de erro de cálculo na Península Coreana à medida que as tensões entre Washington e Pyongyang aumentam.

O Estado-Maior Conjunto americano reúne o Exército, a Marinha, a Força Aérea, o Corpo de Fuzileiros Navais e a Guarda Nacional dos EUA. Dunford está viajando pela Ásia e deve se encontrar com líderes da China, da Coreia do Sul e do Japão nos próximos dias. Ele disse que deseja ressaltar o “compromisso” formal dos EUA em sua aliança com Tóquio e com Seul.

No entanto, Dunford comentou que “vínculos militares efetivos com a China” também são importantes, já que Pequim é o maior parceiro econômico da Coreia do Norte e uma fonte de ajuda financeira para o regime de Kim Jong-un. Dunford disse que continuará construindo o relacionamento que teve com general Fang Fenghui, chefe do departamento de pessoal conjunto do Exército Popular de Libertação, da China. Fonte: Associated Press.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter