Califórnia aprova lei de “estado santuário” que protege imigrantes ilegais

Os parlamentares da Califórnia aprovaram neste sábado a lei de "estado santuário" que proíbe a polícia de pedir o status…


Os parlamentares da Califórnia aprovaram neste sábado a lei de “estado santuário” que proíbe a polícia de pedir o status de imigrante a pessoas que foram presas e limita a cooperação com oficiais de imigração. A lei tem irritado as autoridades federais que argumentaram que a legislação prioriza a política em relação à segurança pública.

A legislação agora segue para sanção do governador do estado, Jerry Brown, que anunciou seu apoio depois que o principal líder do Senado do estado concordou em reduzir o projeto de lei e preservar a autoridade para que os funcionários das prisões cooperem com oficiais de imigração em muitos casos.

A legislação é o último esforço dos parlamentares democratas na Califórnia, que abriga cerca de 2,3 milhões de imigrantes ilegais, para criar barreiras à promessa da campanha do presidente americano, Donald Trump, para intensificar os esforços de deportação. Eles também aprovaram dinheiro para assistência jurídica e bolsas de estudos universitários para pessoas que vivem ilegalmente nos EUA e tornaram mais difícil para empresas e agências governamentais divulgarem o status de imigração das pessoas. Fonte: Associated Press

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter