Árabes querem que mundo reconheça Jerusalém Oriental como capital palestina

O ministro de Relações Exteriores da Jordânia, Ayman Safadi, disse que os Estados árabes vão pressionar pelo reconhecimento internacional de…


O ministro de Relações Exteriores da Jordânia, Ayman Safadi, disse que os Estados árabes vão pressionar pelo reconhecimento internacional de Jerusalém Oriental como capital palestina, após o presidente dos EUA, Donald Trump, ter reconhecido Jerusalém como a capital de Israel.

Safadi fez a declaração depois de receber cinco ministros árabes de Relações Exteriores e o chefe da Liga Árabe no sábado, para decidir sobre uma resposta conjunta a Trump. O ministro disse que o mundo árabe vai buscar uma “decisão política global para reconhecer o Estado palestino… com Jerusalém Oriental como sua capital”.

Em 2012, a Assembleia Geral da Organização das Nações Unidas elevou o status da Palestina a Estado observador não-membro, mas muitos países ocidentais não reconhecem a Palestina bilateralmente.

Sob um amplo consenso internacional, o destino de Jerusalém deve ser determinado em negociações. Fonte: Associated Press.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter