Apoio a Hillary e Trump volta ao nível de janeiro, diz pesquisa do WSJ/NBC News

Após todas as polêmicas da corrida eleitoral nos Estados Unidos - os comentários de Donald Trump, candidato à presidência do…


Após todas as polêmicas da corrida eleitoral nos Estados Unidos – os comentários de Donald Trump, candidato à presidência do Partido Republicano, sobre imigrantes e mulheres e as controvérsias sobre os e-mails e a fundação familiar de Hillary Clinton, candidata do Partido Democrata – a visão do público sobre os dois candidatos está exatamente nos mesmos níveis de janeiro, de acordo com pesquisa do Wall Street Journal/NBC News.

Trump e Hillary não se tornaram mais populares ou menos em comparação com janeiro, nem mais pessoas começaram a ver a perspectiva de suas eleições com otimismo, apontou a pesquisa. Além disso, em um confronto entre os dois candidatos, Hillary lidera com vantagem de 10 pontos sobre Trump, mesmo nível de janeiro.

Os números sugerem que, embora o último debate entre os candidatos, que ocorre hoje à noite, possa gerar momentos turbulentos, ele não deve ser crucial para a corrida eleitoral.

Trump começou o ano com 29% dos eleitores afirmando que o viam com um viés positivo, de acordo com a pesquisa do Wall Street Journal/NBC News. Hoje, o número está novamente em 29%.

Hillary iniciou o ano com 40% dos eleitores a vendo com um viés positivo. Hoje, o número também está em 40%.

Em fevereiro, 33% dos eleitores afirmaram que se sentiriam otimistas ou satisfeitos se Trump fosse eleito presidente e 43% falaram o mesmo de Hillary. Na pesquisa de hoje, os dados estão praticamente iguais.

Liberal Motors – BC
Revista L – BC.1

Questionados em janeiro sobre qual candidato escolheriam para a presidência, 51% dos eleitores escolheram Hillary e 41% Trump – também mesmos níveis de apoio de hoje.

Os dois candidatos passaram por altos e baixos durante o ano: a imagem pública de Trump e Hillary levou um tombo em abril e a vantagem da democrata sobre o republicano diminuiu para 3 pontos em maio.

Além disso, alguns eleitores ainda estão indecisos, gravitando entre os dois candidatos. Pesquisas recentes sugerem que as mulheres estão indo com mais força em direção a Hillary. Fonte: Dow Jones Newswires.