Dólar termina em baixa com exterior e expectativa sobre reformas

O dólar fechou em baixa ante o real pela terceira sessão nesta sexta-feira, 13. A fala na reunião do FMI…


O dólar fechou em baixa ante o real pela terceira sessão nesta sexta-feira, 13. A fala na reunião do FMI do ministro da Fazenda, Henrique Meirelles, transmitindo otimismo sobre a votação de reformas, principalmente a da Previdência, se somou à possibilidade de novos ingressos de captações externas.

No fechamento, o dólar à vista caiu 0,68%, aos R$ 3,1492. Na mínima, à tarde, recuou aos R$ 3,1485 (-0,71%), enquanto na máxima, após a abertura, subiu até R$ 3,1807 (+0,31%).

O diretor da Wagner Investimentos, José Faria Júnior, ressaltou que a inversão do sinal para o lado negativo ocorreu em sintonia com o enfraquecimento do dólar no exterior, depois do resultado menor que o esperado do índice de inflação ao consumidor (CPI) em setembro nos Estados Unidos.

À tarde, as moedas de países emergentes e ligadas a commodities seguiram fortes frente o dólar, se beneficiando do persistente avanço das commodities, na esteira da robusta balança comercial da China em setembro, em um movimento acompanhado pelo real, disse o operador de câmbio do Banco Paulista, Alberto Felix de Oliveira Neto.

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter