Novos casos de aids em SP caem 31%, mas continuam crescendo entre homens

Em toda a cidade, entre 2006 e 2015, a queda foi de 31%, mas houve um aumento de casos de 98,6% entre homens de 20 a 24 anos


Embora o número de novos registros de aids na capital paulista estejam caindo, as infecções estão em movimento crescente entre os homens, segundo levantamento da Secretaria Municipal de Saúde divulgado nesta terça-feira, 29, como parte das comemorações do Dia Mundial de Luta contra a Aids, celebrado no próximo dia 1°.

Foto: Max Haack / Agecom
Segundo o levantamento, foram notificados 3.027 novos casos de aids na capital em 2006. O número caiu para 2.084 em 2015

Em toda a cidade, entre 2006 e 2015, a queda foi de 31%, mas houve um aumento de casos de 98,6% entre homens de 20 a 24 anos.

Entre homens que fazem sexo com homens, o crescimento na proporção de casos notificados foi de 44,9%, saltando de 36,7% para 53,2%.

No caso do sexo feminino, houve redução em quase todas as faixas etárias e o crescimento foi registrado apenas entre mulheres com mais de 70 anos, com incremento de 59%.

Segundo o levantamento, foram notificados 3.027 novos casos de aids na capital em 2006. O número caiu para 2.084 em 2015.

“Nós reduzimos de forma bem importante a presença da aids da cidade de São Paulo, mas há uma preocupação com os homens jovens que fazem sexo com outros homens. Isso só reforça a necessidade de aprimorar e intensificar as estratégias que dialogam com essa população”, diz o secretário municipal da Saúde, Alexandre Padilha.

Liberal Motors – BC
Revista L – BC.1

No dia 1°, serão oferecidos testes rápidos de HIV por fluido oral na Paróquia Divino Espírito Santo, na Rua Frei Caneca, 1.047, das 15 horas às 21 horas. Outro ponto que vai oferecer o exame é o Instituto Clemente Ferreira, na Rua da Consolação, 717, das 10 horas às 16 horas.