Expectativa de vida aumenta para 75,5 anos, informa IBGE

Para a população masculina o aumento foi de 3 meses e 22 dias, enquanto para as mulheres o ganho foi de 3 meses e 4 dias


A expectativa de vida do brasileiro de ambos os sexos ao nascer passou de 75,2 anos em 2014 para 75,5 anos em 2015, segundo dados divulgados nesta quinta-feira pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O aumento, embora pequeno, mantém a tendência de crescimento da taxa por anos consecutivos.

Para a população masculina, o aumento foi de 3 meses e 22 dias, passando de 71,6 anos para 71,9 anos. Já para as mulheres, o ganho foi um pouco menor (3 meses e 4 dias), passando de 78,8 anos para 79,1 anos.

Em 2011, a esperança de vida do brasileiro era de 74,1 anos; em 2012, 74,6 anos; em 2013, 74,9 anos. Os dados estão na Tábua Completa de Mortalidade, publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta quinta-feira.

A taxa de mortalidade infantil (até 1 ano de idade) ficou em 13,8 para cada mil nascidos vivos e a taxa de mortalidade na infância (até 5 anos de idade), em 16,1 por mil.

O detalhamento do documento será feito pelo IBGE na manhã desta quinta pela internet. Os dados apresentam as expectativas de vida às idades exatas até os 80 anos, trazendo informações por sexo e localidades. A Tábua de Mortalidade é usada como um dos parâmetros para determinar o fator previdenciário, no cálculo das aposentadorias do Regime Geral de Previdência Social.