Em pronunciamento, Temer diz que não tem nada a esconder

Fala é uma resposta à delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, divulgada na noite de ontem (17) pelo jornal O Globo


Em pronunciamento oficial na tarde desta quinta-feira (18) o presidente Michel Temer (PMDB) disse que não tem nada a esconder e que vai provar sua inocência no STF (Supremo Tribunal Federal). Ele descartou renunciar ao cargo. “Não preciso de cargo público, nada tenho a esconder. Sempre honrei meu nome”, disse.

O pronunciamento é uma resposta à delação do empresário Joesley Batista, dono da JBS, divulgada na noite de ontem (17) pelo jornal O Globo.

Foto:
Temer desejava aparentar “normalidade” após a denúncia, mas desistiu de cumprir a agenda

A denúncia mostra que Temer teria dado aval para a compra do silêncio de Eduardo Cunha (PMDB-RJ). O presidente também teria indicado o deputado federal Rodrigo Rocha Loures (PMDB-PR) para receber R$ 500 mil reais e favorecer a empresa.

Liberal Motors – BC

Temer desejava aparentar “normalidade” após a denúncia, mas desistiu de cumprir a agenda e marcou reuniões com seus auxiliares desde às 9h da manhã desta quinta feira, para avaliar como responder à denúncia.

Temer classificou a delação como “gravações criminosas” e criticou que o fato irá atrapalhar a retomada do crescimento econômico do País. “Ressalto que em nenhum momento autorizei o pagamento para que alguém ficasse calado”, disse.