Confronto entre facções deixa seis mortos na zona norte do Rio

Uma intensa troca de tiros entre traficantes de facções rivais deixou pelo menos seis pessoas mortas no Morro do Juramento,…


Uma intensa troca de tiros entre traficantes de facções rivais deixou pelo menos seis pessoas mortas no Morro do Juramento, em Vicente de Carvalho (zona norte do Rio) entre as 18h de sexta-feira, 15 e o início da tarde deste sábado (16).

A Polícia Militar (PM) reforçou o policiamento no local, mas o clima ainda era de muita tensão na tarde de sábado. Uma idosa foi atingida por bala perdida, mas sobreviveu.

Um dos mortos seria o chefe do tráfico no morro, conhecido pelo apelido de Palmito. Ele integrava a facção TCA. Outro morto é um adolescente de 16 anos. Os corpos das seis vítimas foram encontrados abandonados em becos da favela.

Durante o tiroteio, Nilda Ramos, 68 anos, foi atingida por uma bala perdida. Ela sobreviveu e foi levada ao Hospital Estadual Getúlio Vargas, na Penha (zona norte). Até as 15h deste sábado, ão havia informações sobre seu estado de saúde.

A área era controlada por uma facção recém-criada, nomeada TCA, que surgiu da composição entre o Terceiro Comando Puro (TCP) e a Amigo dos Amigos (ADA).

Segundo a polícia, na noite de sexta-feira traficantes do Comando Vermelho (CV) invadiram o local e tomaram o controle do tráfico. O confronto se estendeu por muitas horas e causou a interdição de ruas e até o fechamento de acessos à estação de metrô Thomaz Coelho, na linha que vai da Pavuna (zona norte) a Botafogo (zona sul).

Notícias sobre a região, Brasil e o mundo em um clique. Receba nossa newsletter