Começa, em SP, o segundo dia de júri de Elize Matsunaga

Começou o segundo dia do júri de Elize Matsunaga, acusada de matar e esquartejar o ex-marido, Marcos Kitano Matsunaga, herdeiro…


Começou o segundo dia do júri de Elize Matsunaga, acusada de matar e esquartejar o ex-marido, Marcos Kitano Matsunaga, herdeiro da Yoki, em 2012. O delegado Mauro Gomes Dias, que atuou na investigação e chegou a interrogar a ré na época, iniciou seu depoimento na manhã desta terça-feira, 29, no Fórum Criminal da Barra Funda, na zona oeste da capital. Ele entrou no plenário às 9h54.

Primeiro dia

Em um dos júris mais aguardados dos últimos tempos, o fórum foi tomado por estudantes de Direito no primeiro dia do julgamento. Acusação e defesa tentaram ordenar, cada qual à sua maneira, as primeiras peças do quebra-cabeça sobre o que aconteceu no dia 19 de maio de 2012, um sábado.

Para o Ministério Público Estadual (MPE), trata-se de um crime premeditado, cruel e motivado por vingança e um seguro de vida de R$ 600 mil. Para os advogados de Elize, foi uma reação às humilhações e violências impostas pelo marido da ré.